sexta-feira, 19 de junho de 2009

MANUEL BANDEIRA
(Patrono da Cadeira I da APL)

Filho de Manuel Carneiro de Souza Bandeira e Francelina Ribeiro de Souza Bandeira, Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho nasceu em Recife, no dia 19 de abril de 1886, na Rua da Ventura, atual Joaquim Nabuco.
Com 17 anos foi para São Paulo a fim de ingressar na Escola Politécnica (1904). No ano seguinte ficou tuberculoso. Por esse motivo, abandonou os estudos, passando temporadas em várias cidades buscando climas mais propícios.
Em 1913, vai à Suíça, em busca de tratamento, regressando em 1914 pelo início da Primeira Grande Guerra. Seu primeiro livro é publicado em 1917: A Cinza das Horas.
Manuel Bandeira pertence à Primeira Fase do Modernismo Brasileiro. Muito embora não tenha participado da Semana de 22, seu poema Os Sapos provocou reações radicais na segunda noite do evento.
O poeta morreu com mais de 80 anos, em 13 de outubro de 1968.
Suas principais obras são:Cinza das Horas, Carnaval, O Ritmo Dissoluto, Libertinagem, Lira dos Cinquent'anos, Estrela da Tarde, Estrela da Vida Inteira, Crônicas da Província do Brasil, Itinerário de Pasárgada, Fraude de Papel, dentre outras.

Nenhum comentário: