segunda-feira, 13 de julho de 2009

QUEM SÃO OS NOVOS ACADÊMICOS DA APL?


Marcos Alagoas
(Cadeira XI)

Marcos Alagoas, pseudônimo de Marcos Antonino Nunes, nasceu a 07 de Julho de 1964, na cidade de Ouro Verde-GO. Filho de Fidélis Balbino Pereira e de Albertina Nunes Lemes (ambos in memorian), mudou-se para Planaltina-DF em setembro de 1968.
Marcos Alagoas é funcionário público do DF, além de músico com especialização em flauta transversal e violão. Sempre trabalhou com arte, e como compositor participou de vários festivais de música popular brasileira em Brasília, ganhou alguns prêmios com arranjos de suas próprias músicas e estilos variados como o Baião, Reggae, Afoxé, Bossa Nova, samba. Dentre suas composições, destaca-se “O Moleque”, interpretado por Jess Maia na 3ª faixa do CD Canto Anormalidade.
Incentivado por amigos e pelo filho que adora poesia, lançou, em fevereiro de 2009, seu primeiro livro intitulado “O Coração na Mão do Poeta“.
Dentre os grandes nomes da poesia, Marcos Alagoas exalta a expressividade de Cora Coralina, Fernando Pessoa, Augusto dos Anjos e a filosofia dos grandes pensadores Platão, Sócrates, e Aristóteles.

Geralda Vieira

(Cadeira XXXIII)


Geralda Maria Vieira, natural do município de Nova Veneza-GO, filha de Lindolfo José da Silva e de Rita Maria de Jesus, nasceu a 18 de outubro de 1930.
Viúva de Geraldino Vieira Pereira, com quem teve três filhos (Edson, Vânia e Carlos), Geralda Vieira trabalhou como Professora em sua cidade natal e, em Brasília, foi funcionária pública da Procuradoria Geral da República. Hoje, aposentada, exerce a função de empresária no ramo da hotelaria (é proprietária do hotel “O Casarão”, em Planaltina-DF).
Poetisa, contista e romancista, Geralda Vieira começou a escrever ainda muito jovem. É autora do livro A Praça e a 3ª Idade (Brasília, 2004) e de textos publicados na antologia Orizona em Prosa e Verso (Orizona-GO, 2002), publicação coordenada por Olímpio Pereira Neto e João Pereira de Almeida.
Geralda Vieira também escreveu O Diário de Um Escoteiro, Esperança, O Universo de Dino e Dinóca e As Confissões de Pituca, livros ainda inéditos (sendo os dois últimos voltados ao público infantil).

Aurenice Vítor
(Cadeira XXXIV)

Filha do baiano Antonio Vitor e da mineira Nair Cândida de Sousa, Aurenice Vitor dos Santos nasceu em Formosa-GO, no ano de 1967. Foi criada numa fazenda onde aprendeu a ler com os pais.
Somente aos 11 anos conheceu a escola, mas aos 13 já escrevia seus primeiros versos, os quais falavam de uma infância sofrida, porém cheia de sonhos e fantasias.
Aurenice é mãe de uma única filha, a jovem Sara Laíze, que lhe dera um neto, o pequeno José Miguel, responsável por levar a alegria à família.
Sempre ligada à literatura, Aurenice Vitor cultuou seu gosto expressando seus sentimentos por meio da poesia e dos contos. Desde então, tornou-se atuante nesse campo e durante 03 (três)anos participou do Coletivo de Poetas de Brasília, onde teve a oportunidade de apresentar seu trabalho, organizando e apresentando vários saraus pelas noites brasilienses.
O inevitável aconteceu: tornou-se escritora.
Na sua linguagem simples, mas cheia de lirismo, Aurenice fala da fé em Deus, do Social e das várias faces da vida. E foi utilizando-se dessa linguagem simples e lírica que, em 1999, ela lançou seu primeiro trabalho poético, o livro Navegantes da Solidão, pela editora Thesaurus.
Seis anos mais tarde, em 2005, com o apoio do FAC (Fundo de Apoio à Cultura), lançaria seu segundo trabalho intitulado O Homem Mais Rico do Mundo. E dando continuidade à trajetória de escritora, em breve Aurenice nos brindará com mais uma obra literária: o livro Tão Perto... Tão Longe.

Um comentário:

Davi Rodrigues disse...

Olá, eu sou Davi Rodrigues
Um jovem que está iniciando sua
jornada no mundo da literatura, prestes a lançar o primeiro romance
" Herois de Copacabana". Também escrevo poesias e contos. Gostaria de saber onde é a sede da academia planaltinense de letras ( APL). E também gostaria de saber quem são os ocupantes das respectivas cadeiras. Pois, quero obter mais influencia nesse hambito e conhecer pessoas novas "compartilhar experiencias".
Sou de Formosa - Goias e gostaria muito de conhecer a academia planaltinense de letras.
Aguardo respostas em meu e-mail:
dedei88@gmail.com

Obrigado pela paciencia e compreenção!

Davi Rodrigues