segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

EURIDES BRITO
Patronesse da Cadeira XXXVIII

Eurides Brito da Silva nasceu em Capanema, estado do Pará, filha caçula de retirantes nordestinos. De origem humilde, venceu pela educação, tendo sido professora desde os 14 anos de idade, quando começou sua luta para educar as crianças brasileiras.
Capacidade e determinação para enfrentar e vencer os novos desafios jamais faltaram a essa educadora respeitada em todo o país. Sua carreira acadêmica teve um percurso que se iniciou como professora leiga, depois normalista, mais tarde licenciada em Geografia e História pela Universidade Federal do Pará, doutora e livre docente pela Universidade Federal do Paraná, pós-doutorada em Administração de Sistemas Educacionais na Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA).
Seu currículo profissional, além de sua missão de ensinar, contém as seguintes atuações: Durante dois mandatos, vice-presidente do Conselho Mundial de Sociedades de Educação Comparada; Diretora do Departamento de Ensino Médio e Superior da Secretaria de Educação do Pará; Dirigente de importantes órgãos do Ministério da Educação e da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal por quatro vezes;
Foi, por dois mandatos consecutivos, Conselheira do Conselho Federal de Educação; Exerceu mandato de deputada federal pelo Distrito Federal e é deputada distrital em seu segundo mandato.
Na área da cultura, terminou a construção do Teatro Nacional Cláudo Santoro e seu anexo; Criou o Arquivo Público e o Museu de Artes de Brasília. Criou também o quadro da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional. Instituiu o Projeto Platéia, para levar espetáculos culturais às escolas públicas do DF e trazer os estudantes ao teatro. Recentemente, liderou a criação de uma ONG que mantém a Orquestra Sinfônica da Regional de Ensino de Ceilândia.
Na Câmara Legislativa do Distrito Federal, trabalhou no apoio à criação do Fundo Constitucional do Distrito Federal, visando assegurar recursos para a segurança, saúde e educação.

Nenhum comentário: