quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

JOSÉ DÉCIO FILHO
Patrono da Cadeira XII

José Décio Filho Nasceu na cidade de Posse (GO), em 08 de janeiro de 1918, e faleceu na cidade de Goiás, em 04 de julho de 1976. Fez o primário em sua cidade natal e, em Formosa-GO, iniciou e concluiu o secundário no Lyceu de Goiás.
Na década de 40, atuou nos jornais O Popular, Folha de Goiaz e Tribuna de Goiás, e colaborou na revista Oeste, que muito contribuiu com a formação modernista em Goiás.
Em 1960, os intelectuais indicam seu nome para o Departamento de Cultura, atuando nesse órgão por muitos anos junto à Secretaria de Educação e Cultura de Goiás. Gilberto Mendonça Teles, no livro A poesia em Goiás, assinala que a poesia de José Décio Filho é bem representativa no segundo momento do Modernismo, na fase construtivista, filiada a Carlos Drummond de Andrade, por isso “que, tecnicamente, a sua linguagem poética se filia a esse ritmo natural, amétrico — preciosas contribuições estéticas do Modernismo à literatura nacional”.
Pelo seu livro Poemas e Elegias, de 1953, José Décio recebeu o Prêmio Bolsa de Publicações Hugo de Carvalho Ramos.

Nenhum comentário: