quinta-feira, 3 de março de 2011

VERSOS TRISTES
(Nilton Alves)
Eu conheci o amor
No exato instante em que conheci você.
Desde que você me matou - me dizendo adeus -,
Nunca mais vi a vida: embora tenha visto tanta coisa,
nada enxerguei!...

O limite da esperança é o desespero.
O limite do amor é o ódio.
O limite da tristeza é a vontade de não mais viver.

O poeta disse certa vez que "se existir uma pulga
Numa mesa escura, numa noite sombria, Deus a vê",
Mas parece que até mesmo Ele, Deus,
Se esqueceu de mim!

Nenhum comentário: